Por Kazuhiro Kurita | 10 julho 2018

O pagamento do abono salarial ano-base 2017 começará no dia 26 de julho para os nascidos no mesmo mês. O valor depende do tempo que o beneficiário trabalhou formalmente no ano passado na iniciativa privada ou no serviço público. Quem trabalhou os 12 meses tem direito a R$ 954,00 e os que trabalharam apenas 30 dias recebem o valor de R$ 79,50, ou 1/12 do salário mínimo. Se a pessoa ficou registrada por dois meses, ganhará 2/12 avos e assim sucessivamente.

Quem nasceu até dezembro recebe o benefício ainda este ano. Os nascidos entre janeiro e junho só poderão sacar em 2019. O prazo final para o recebimento é 28 de junho do ano que vem, em qualquer situação. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) calcula que R$ 18,1 bilhões sejam destinados a 23,5 milhões de trabalhadores. 

Os empregados vinculados ao PIS podem sacar o dinheiro na Caixa Econômica Federal (CEF). O Banco do Brasil é referência para quem é funcionário público, associado ao Pasep. Os correntistas terão o valor creditado em sua conta durante o período estabelecido no calendário. 

Tem direito ao abono salarial a pessoa que trabalhou formalmente (registrado) pelo menos 30 dias em 2017, com remuneração média de até dois salários mínimos (R$ 1.908,00). Também deve estar inscrito no PIS/Pasep  há pelo menos cinco anos e ter seus dados informados corretamente pelo empregador na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).
As datas para recebimento estão no link https://bit.ly/2NnnKvN.

Kazuhiro Kurita
é editor da Flamboyant Comunicações, formado em Publicidade e Propaganda e Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.