Por Claudinei Nascimento | 15 abril 2018

A Polícia Civil do Estado de São Paulo anunciou dois editais com 1.400 vagas, sendo 70 reservadas para pessoas com deficiência. As oportunidades contemplam os cargos de escrivão (800) e investigador (600). Para ambos, é exigido o nível superior de ensino e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B, além da inexistência de antecedentes criminais. 

A aplicação da prova objetiva está prevista para 10 de junho, domingo, na Capital, Grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. 

Para o cargo de investigador, serão 100 questões de múltipla escolha abrangendo as disciplinas de Língua Portuguesa (30), Noções de Direito (30), Noções de Criminologia (10), Noções de Lógica (10), Noções de Informática (10) e Atualidades (10). Ao cargo de escrivão, o exame prevê 36 questões de Língua Portuguesa, 30 de Noções de Direito, 16 de Noções de Informática e 18 de Noções de Criminologia/Lógica e Atualidades. 

Os melhores classificados passarão ainda por outras etapas, como prova escrita, investigação social, prova oral e de títulos. Os aprovados em todas as fases receberão salário de R$ 3.743,98 e participarão de um estágio probatório de três anos antes da efetivação. 

As inscrições devem ser realizadas no site www.vunesp.com.braté 15 de maio. A taxa de participação custa R$ 84,81. Porém, até 20 de abril, podem pedir isenção do valor os candidatos doadores de sangue, que tenham feito o procedimento no mínimo três vezes no período de um ano. É possível também solicitar a redução de 50%, caso sejam estudantes com remuneração mensal inferior a dois salários mínimos (R$ 1.908,00).

Claudinei Nascimento
é editor do jornal “O Amarelinho”, formado em Jornalismo e pós-graduado em Comunicação e Marketing pela Faculdade Cásper Líbero.