Por Kazuhiro Kurita | 11 março 2018

Jovens de 16 a 34 anos têm oportunidade única para acelerar seu desenvolvimento pessoal e profissional por meio de bolsas da Fundação Estudar. Eles podem se inscrever até 26 de março no link http://bit.ly/2Fi5mUX se estiverem matriculados, em processo de aceitação ou cursando ensino superior em graduação completa no Brasil, intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no Exterior, graduação completa e pós-graduação no Exterior.

Os critérios para a seleção são baseados na meritocracia. A organização leva em conta excelência acadêmica e profissional, alto potencial intelectual, competências como liderança, empreendedorismo, proatividade, criatividade, ética e gosto por desafios. “Também consideramos o nível de comprometimento com o Brasil e o desejo de deixar um legado para a comunidade”, afirma Anamaíra Spaggiari, gerente de produtos de Educação da Fundação Estudar.

Segundo ela, o principal benefício para os selecionados, além do suporte financeiro, é fazer parte da Comunidade de Líderes Estudar, rede de talentos da organização que tem como missão contribuir para grandes transformações no País em diferentes setores. Eles contam com mentoria, networking com destacados líderes e participam de vários programas de desenvolvimento pessoal e profissional oferecidos pela instituição.

Como contrapartida, os formados pelo programa devem compor a Comunidade de Líderes para compartilhar de sua experiência e sucesso com outros líderes. “Atualmente, ela é composta por 650 participantes, promovendo as atividades da Estudar na sua área e setor de atuação. Embora não exista obrigatoriedade, a instituição espera que o beneficiado doe pelo menos o valor original da bolsa para que outros estudantes também sejam impactados pelo programa.

O responsável pela seleção do programa, Leonardo Gomes, lembra que a Fundação seleciona os jovens mais brilhantes do País para integrar a rede, independentemente da classe social. "Cada um deles recebe todo o suporte necessário para alavancar sua carreira e, acima de tudo, transformar o País e deixar um legado para as futuras gerações. Nossos bolsistas passam a fazer parte de uma rede formada por gente boa, que é referência nos mais diversos segmentos", afirma.

Kazuhiro Kurita
é editor da Flamboyant Comunicações, formado em Publicidade e Propaganda e Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.