Página inicial > Notícias > Líder visionário é importante para o empreendedorismo
Diego Carmona, CVO da plataforma de marketing digital Leadlovers | Foto: Divulgação
publicado em 20/07/2017
Líder visionário é importante para o empreendedorismo
Com o crescimento de empreendedores no Brasil, o setor requer cada vez mais profissionais qualificados para garantir o futuro das empresas.
O empreendedorismo está cada vez mais em destaque e é a solução que muitas pessoas encontram para sair do desemprego ou realizar o sonho de ter seu próprio negócio. De acordo com os números apresentados pela Unitfour, instituição fornecedora de dados de mercado, o número de empresas abertas em 2016 cresceu 20% comparado a 2015. 

Para este número continuar aumentando, é preciso que estes profissionais tenham visões de futuro para sustentar e expandir seus negócios. O preparo para se tornar um executivo bem-sucedido vai além de conhecimentos técnicos da segmentação da empresa. 

Com quase 20 anos de experiência no mundo do empreendedorismo, Diego Carmona, CVO da plataforma de marketing digital Leadlovers, lança o livro “Visionários” em agosto pela Editora Gente. Nele, mostra o problema de executivos pensarem apenas como profissionais técnicos e se esquecerem de desenvolver um olhar inovador para o negócio. 

Diego Carmona
Diego Carmona (Foto: Divulgação)
Muitos donos de empresas enfrentam diariamente essas questões. Mesmo trabalhando assiduamente para alcançar bons resultados, não entendem o motivo de não ver a expansão do empreendimento. “Ser um bom técnico não transforma ninguém em um empreendedor de sucesso e pode, na maioria das vezes, atrapalhar o projeto de empreendedorismo”, comenta na publicação.

Além disso, o perigo de empresários caírem no microgerenciamento pode comprometer em grande escala o futuro da companhia. Isso ocorre quando o líder quer ter o controle de tudo que acontece na empresa e não dá autonomia para seus funcionários. Assim, seu trabalho passa a ser apenas fiscalizar todos os setores da companhia, impedindo que os profissionais tenham liberdade para executar suas atividades com mais criatividade.

Ainda em sua obra, Carmona destaca a dificuldade de muitos empreendedores em pensar em longo prazo. “Essas atividades demandam mais tempo, raciocínio e coragem do que cobrar o funcionário porque ele atrasou uma entrega em duas horas. Para chegar a esse patamar de gestão, é preciso sair da zona de conforto, tornar-se mais ousado e, consequentemente, mais eficaz”.

Antes de colocar um projeto em prática, é importante conhecer a fundo o segmento em que se pretende investir, mas isso não garante, por si só, o bom funcionamento da empresa. “Um planejamento eficiente, juntamente com constantes ideias de inovação durante a execução do trabalho, aprimora o produto oferecido. Esta pode ser a solução para se apresentar um diferencial no mercado e driblar a concorrência”, finaliza Carmona.