Página inicial > Notícias > Centro educacional tem cursos de graça em São Bernardo
Regina Helena Giannotti é diretora pedagógica da FTT | Foto: Kazuhiro Kurita
publicado em 08/10/2017
Centro educacional tem cursos de graça em São Bernardo
São 40 vagas para Ensino Técnico em Mecânica e 160 oportunidades para ensino superior em quatro áreas.
Principal projeto social da Fundação Arena (FSA), o Centro Educacional deu início ao processo seletivo para 2018. São 200 vagas gratuitas, sendo 40 para o Ensino Técnico em Mecânica e 160 para o ensino superior, distribuídas igualmente entre bacharelado em Administração (noturno), Engenharia de Alimentos (matutino), Engenharia de Computação (noturno) e Engenharia de Controle e Automação (matutino).

Metade das oportunidades será destinada aos candidatos com renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa e, para elas, os interessados devem se inscrever para vagas sociais e comprovar o perfil socioeconômico em caso de aprovação. As inscrições vão até 22 de outubro e podem ser feitas pelo site www.colegiotermomecanica.com.br (Técnico em Mecânica) e www.ftt.com.br (ensino superior). A taxa de inscrição é de R$ 40,00 e a prova de seleção para os cursos de graduação será no dia 19 de novembro, às 14h.

 
Regina Helena Giannotti
Regina Helena Giannotti (Foto: Kazuhiro Kurita)
A Faculdade de Tecnologia Termomecânica (FTT) está localizada na Estrada dos Alvarengas, 4.001, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Criada em 2002 pela Fundação Salvador Arena com o objetivo de oferecer ensino superior intensivo, humanista e gratuito, a instituição já formou mais de dois mil profissionais para o mercado de trabalho.

Segundo a diretora acadêmica da FTT, Regina Helena Giannotti, a gratuidade atende ao desejo do fundador Salvador Arena de promover a transformação social por meio do acesso à Educação. “Além de uma sólida formação teórica, proporcionamos aos alunos atividades práticas, além do exigido pelo Ministério da Educação, por meio de laboratórios específicos e estágios não obrigatórios”, afirma.

Os estudantes também têm em sua grade curricular disciplinas de gestão de pessoas e administrativa. “Hoje vivemos uma situação que pede flexibilidade em diferentes postos e situações. O profissional precisa estar preparado para criar startups ou prestar consultoria, além do emprego formal que está em transformação”, finaliza Regina Helena.